Massa de Pizza Grossa

Pizza

Ingredientes da massa

  • 260ml de água morna
  • 1 colher de sopa de fermento seco (sachê de 10g)
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 500g de farinha de trigo própria para pizza (* ver dicas)
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem (* ver dicas)
  • 1 colher de sobremesa de sal

Modo de preparo

  • Amorne a água e coloque ela em uma vasilha com o fermento (também pode ser na batedeira de massas ou máquina de fazer pão) e adicione o açúcar. Misture os ingredientes.
  • Aos poucos vá adicionando a farinha e o azeite misturando sem parar.
  • Adicione o sal por ultimo para não desfazer as propriedades do fermento.
  • Sove a massa até que ela fique bem homogênea (10 a 15 minutos).
  • Deixe a massa descansar em um local úmido e quente por uma hora.
  • Coloque a massa em uma vasilha fechada e leve a geladeira por até 72 horas.
  • A partir de 24 horas de fermentação já é possível preparar a pizza fina, o ideal é entre 48 a 72 horas.
  • Corte a massa em 5 partes iguais e separe-as (100g cada)
  • Cada parte deverá ser aberta manualmente. O disco deve ter entre 35 a 40cm.
  • A parte central do disco deve ficar mais fina que as bordas.
  • Durante a abertura dos discos polvilhe farinha sobre ele para evitar que a massa “encolha”, mantendo o tamanho desejado.
  • Após completamente aberto o disco está pronto para ser pré-assado em um forno pré-aquecido a 250° graus.
  • Os discos nem sempre ficam perfeitamente redondos, se você quiser você pode dar o acabamento com uma faca ou rolo de cortar pizza pronta.
  • Pegue uma forma redonda de 40cm e vire ela de cabeça para baixo. Unte com azeite os fundos e coloque sobre ela o disco aberto. Leve ao forno.
  • Após alguns minutos é possível virar o disco do outro lado. Não deixe assar demais nenhuma das partes, estamos apenas pré-assando a massa.
  • Retire o disco e reserve. Repita o procedimento com os demais discos abertos.
  • Tudo pronto então prepare-se para o montar as pizzas.
  • Coloque um disco de cada vez sobre uma outra forma ou um prato grande e recheie.
  • Primeiro adicione o molho de tomate caseiro (apenas a polpa, quanto menos água melhor) e depois uma camada de queijo (mussarela tradicional ou a de búfala) e os demais ingredientes (peito de frango ou presunto ou tomates, etc).
  • Leve a pizza montada ao forno e deixe assar até derreter o queijo.
  • Quando estiver pronta sirva a pizza quente.

 Dicas

  • Caso você não ache a farinha própria para pizza (saco de 5Kg) é possível adicionar glúten de farinha de trigo (ou enriquecidor de farinha) 25g (proporção de 5%)
  • Apesar de não recomendar, você pode assar a massa duas horas depois dela ter sido preparada. Não recomendo porque o fermento precisa agir na massa para garantir leveza e evitar indigestão fermentando dentro do nosso corpo.
  • Estas pizzas podem ser bem elaboradas e ficam ainda melhores com muitos ingredientes (recheios), fique a vontade para montar a sua.
  • Um bom molho de tomate deve ser aquele com pouca ou nenhuma acidez, isto dá a oportunidade da pizza ser ainda mais saborosa e proporcionar uma digestão ainda melhor.
  • Uma dica boa é usar sobras de carne seca, presunto, filé mingon e outros ingredientes disponíveis na sua geladeira.
  • É possível substituir o molho de tomate por um molho pesto. Isto irá trazer um sabor diferente à pizza.
  • O queijo mussarela de búfala contem menos sal que o queijo mussarela tradicional. Ele é ideal para ser usado em pizzas onde outros ingredientes como o aliche e azeitona já possuem uma quantidade alta de sal.
  • O mais recomendado é assar estas pizzas em fornos convencionais em cima de pedras ou em fornos a lenha.
  • O forno precisa ser pré-aquecido a 250° graus por pelo menos 30 minutos antes de começar a assar as pizzas para garantir a qualidade.
  • É possível usar pedras dentro do forno para em cima delas assar as pizzas, que ficam realmente muito mais gostosas. Uma alternativa fácil é usar uma cerâmica (40×40) que tenha sobrado de uma obra em sua casa. Lave bem ela e coloque-a dentro do forno para mantê-la aquecida.
  • Quando você realmente sentir que irá cozinhar mensalmente compre uma pedra de granito 40x40x5cm.
  • Se você gostou realmente de fazer a pizza em casa e pensa em repetir semanalmente a receita, também recomendo comprar uma pá própria para pizza a fim de ajudar no transporte da massa crua ou assada.
  • A pá de madeira ajuda a transferir a pizza crua para o forno e também para retirar dele.
  • A farinha brasileira (tipo 1) não é própria para fazer pizzas grossas pois a indústria retira parte do glúten do trigo e com isto a massa fica menos elástica, daí a necessidade de uma massa própria ou aditivos.
  • Os aditivos garantem elasticidade a massa e com isto o fermento formará bolhas de ar dentro da massa que não escaparão. O resultado é uma pizza grossa mais fofinha.
  • Também é possível usar maiores quantidades de azeite ou bons óleos até a quantidade de ¾ de xícara de chá. O óleo deixa a pizza ainda mais elástica, soltinha e calórica.
  • Você pode polvilhar semolina ou farinha de centeio na tábua antes de colocar a massa aberta em cima. Isto irá garantir um novo sabor e textura à massa pronta.
  • Cansou de assar as pizzas? As bolas ainda não abertas quando assadas se tornam deliciosos pães.

 Rendimento:

  • 5 a 6 porções
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s