Jantar “High Level”

IMG-20141121-WA022

 

 

 

 

 

O Desafio

Dias atrás um amigo querido me convidou para fazer algumas pizzas no seu 13° aniversário de casamento. A princípio os convidados seriam em número 30, todos adultos. Pelos meus cálculos 3kg de massa (100g/pessoa) seriam suficientes para atender a todos.

Surgiu o primeiro grande desafio lançado pela esposa desse amigo dono da festa. Ela chegou perto de mim determinada e perguntou se o jantar seria “high level” (autonível). Caso contrário ela se contentaria com um simples estrogonofe de frango, evitando alguma vergonha indesejada no seu aniversário de casamento.

Ao dizer sim ao desafio, entendi a responsabilidade e exposição à críticas que iria passar. A final, os convidados eram apreciadores das melhores pizzarias de Brasília. Entendo que não é todo dia que alguém completa treze anos de casado e portanto, imaginamos a quantidade necessário do molho, dos recheios e principalmente da lenha para o forno antes de providencia-los.

Tudo começou alguns dias antes é claro, quando saímos para comprar alguns ingredientes e no dia anterior realizamos o preparo antecipado da massa. Ela foi preparada com antecedência de 24 horas a fim de garantir um bom processo de fermentação, evitando que aqueles que a comessem não tivessem gases indesejáveis, oriundos do mau processo de fermentação.

No dia da festa com a uma pronta lista de materiais e ingredientes, por volta das 15hs fomos para o salão de festas iniciar o preparo do molho natural de tomate, o corte do queijo (mussarela) e demais ingredientes. Por volta das 17hs acendi o forno à lenha com alguns pedaços de eucalipto coletados de uma árvore das redondezas que eu mesmo cortei com um facão caseiro de pouco uso.

Fogo acesso e forno aquecendo, amassei uma massa extra sem fermento e preparei umas deliciosas “focaccias” com parmesão, azeite e alecrim para testar a temperatura do forno. Ao observar a temperatura, vi que o forno precisava de mais lenha, fato este que iria me acompanhar por toda a noite.

O tempo foi passando e a lenha inicial acabou, justamente na hora em que recebi a encomenda de novas toras de eucalipto trazidas por outro querido amigo em comum. Para nossa surpresa algumas delas estavam levemente úmidas e isso causou um excesso de fumaça e com ele um transtorno no salão de festas, logo em seguida contornado para a alegria das mulheres que fizeram seus cabelos.

O calor do forno foi aumentando e pela observação, acredito que o tempo correto para acender e aquecer um forno a lenha esteja entre 1:30h à 2h. Fica a dica: no início é bom colocar muita lenha (de eucalipto) em um canto exclusivo para forçar o aquecimento do forno.

Os primeiros convidados foram chegando a partir das 19hs e como tudo aconteceu aos poucos acabei conseguindo preparar uma pizza após a outra de forma que sempre tínhamos uma pizza sendo servida, uma no forno e outra na preparação.

O ciclo de pizzas foi um sucesso apesar de a conta dos convidados ter sido subestimada. Esqueceram das crianças, que totalizaram em 10 e alguns convidados extras, outros 10.

Dos pedidos mais variados percebi o gosto engraçado das pessoas. A pizza mais pedida da noite foi a de calabresa. Isso me chocou um pouco pela variedade de recheios e sabores essa foi a mais requisitada. A minha preferida é a de molho de tomate, mussarela de búfala e tomates cerejas.

Para a minha surpresa alguns vegetarianos e uma grávida com pré-diabetes também apareceram. Que susto! Apesar das dificuldades consegui solucionar o problema e as pizzas vegetarianas foram em numero de 3 (1 de mussarela/tomate e 2 de mussarela/pimentão/tomate/azeitona) e o problema foi resolvido.

E quem diria que iríamos fazer ainda deliciosas saladas. Conseguimos uma alface americana, uma cenoura e montamos saladas com rúculas, tomates, molho pesto, orégano e manjericão fresco, parmesão e nozes, preparando surpreendentemente 7 saladas (4 vegetarianas e 3 com algum tipo de carne).

O balanço final foi um sucesso, com a aprovação da maioria, regado a deliciosas taças de champagne, Amarula e 43, muito bem estimados na temperatura correta! No final fizemos mais de 25 pizzas e 7 saladas.

Sei que erramos na contagem dos convidados, pois se no início tivéssemos feito entre 5 ou 6 kg de massa provavelmente a festa teria entrado madrugada à dentro fazendo ainda mais a alegria de todos. Todavia, isso não aconteceu para meu alívio que no dia fiquei sentindo muitas dores nas mãos, braços e ombros pelo esforço físico não habitual.

Por volta da meia noite, já cansado recebi apoio de uma alma generosa, o marido da grávida, que me substituiu nas ultimas 5 pizzas findadas simultaneamente com o molho de tomate e lenha do forno.

Eu confesso que foi uma surpresa o sucesso, sabores das pizzas e comentários. Eu deixei à festa às 3hs da manhã totalmente defumado e querem saber o que disse a dona da festa? Nada! Ela não me disse se foi “high level” mas pela sua cara ela estava bem feliz. Apesar de tudo, no dia seguinte seu marido me contou que ele adorou.

IMG-20141121-WA033.1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s